Captura de Tela 2017-08-30 às 10.59.05.png
 

Antes de investir na produção queijeira, os negócios da Fazenda Sant’Anna, em Pardinho, a 207 quilômetros de São Paulo, iniciados há mais de 40 anos, estavam voltados à criação de gado de raça, como o Gir. A queijaria surgiu três anos atrás como consequência quase natural da qualidade da matéria-prima que se tinha em mãos. Maturados em caves subterrâneas por até 15 meses, os queijos da marca são preparados com leite cru e unem o fazer artesanal ao que há de mais moderno na esfera técnico-laboratorial. O Cuesta, primeiro entre as outras quatro variedades oferecidas no catálogo fixo, é feito 100% com leite de Gir alimentado a pasto e curado por oito meses - é untuoso, macio e adocicado, com notas amendoadas, baixa acidez e sal na medida. Já a receita do Cuestazul, suave e levemente salgado, utiliza blends de leites, sempre com no mínimo 50% provenientes de vacas Gir, e mofo azul (Penicillium roqueforti). Por fim, o Mandala, feito com leite cru em tachos de cobre e maturado por 18 meses sobre madeiras, é apresentado em peças de 10kg, tem sabor adocicado e bom derretimento. 

Onde: Rodovia vicinal PRD 357, km 6,5, Pardinho – SP

Horário de atendimento: sex., das 14h às 17h - Necessário agendamento prévio.

Contato: (14) 3882-8666

Redes sociais: @PardinhoArtesanal

Atrações: venda de queijos na queijaria